Simulado em UTI

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Simulado em UTI

Mensagem por Agnes em Qua Dez 07, 2016 7:38 pm


1. Arritmias cardíacas, lesão de pele, distensão gastroabdominal, irritação ocular,
depressão, angústia e solidão são complicações de:
a) vmni (ventilação mecânica não invasiva).
b) barotrauma.
c) extubação.
d) atelectasia.

2. São indicações de drenagem pleural:
a) pneumotórax e hemotórax.
b) toracotomia e passagem de cateter central.
c) empiema e atelectasia.
d) hemotórax e atelectasia.

3. Sobre a pressão venosa central (PVC):
a) é obtida por cateter venoso localizado em veia pulmonar.
b) pode ser obtida por dispositivo venoso periférico.
c) é obtida por cateter venoso localizado em veia cava superior.
d) poderá ser mensurada por cateter arterial.

4. A PVC pode ser aferida:
a) somente em cm H²O.
b) somente em mmHg.
c) cmH²O e mmHg.
d) nenhuma das anteriores.

5. A PVC pode ser aferida por:
a) transdutor de pressão ou coluna de água.
b) somente transdutor de pressão.
c) somente coluna de água.
d) nenhuma das anteriores.

6. A leitura da PVC pode ser alterada por:

I . tumor ou hematoma de veia cava.
II. alta PEEP.
III. valvopatia tricúspide.
IV. vasoconstrição.

a) somente alternativas II e IV estão corretas.
b) somente alternativas II e III estão corretas.
c) somente alternativa I é falsa.
d) todas as alternativas estão corretas.

7. A fórmula para o cálculo da pressão arterial média (PAM) é:
a) PAS + PAD/2.
b) PAS + 2 x PAD/3.
c) 2 x PAS + 2 x PAD/3.
d) PAS + PAD/3.

8. Após a retirada do cateter arterial, deve-se:
a) comprimir local da inserção por 5 min.
b) não comprimir o local da inserção.
c) comprimir local da inserção por 30 min.
d) comprimir local da inserção 60 min.

9. A quantidade de sangue bombeada pelo coração por minuto é definida como:
a) débito cardíaco.
b) índice cardíaco.
c) volume sistólico.
d) resistência vascular.

10. Débito cardíaco é definido pela fórmula:
a) PAS + 2 x PAD/3.
b) VS x FC.
c) VS/FC.
d) nenhuma das anteriores.

11. O teste de Allen avalia:
a) presença de circulação colateral adequada para a mão pela artéria radial.
b) presença de circulação colateral adequada para a mão pela artéria ulnar.
c) presença de circulação colateral adequada para a mão pela artéria braquial.
d) presença de circulação colateral adequada para a mão pela artéria cefálica.

12. Os cateteres intracranianos mensuram:
a) a monitoração contínua da PIC e cálculo da PPC.
b) somente a PPC.
c) somente a PIC.
d) nenhuma das anteriores.

13. PPC significa:
a) pressão de perfusão cerebral.
b) pressão periférica central.
c) pressão de perfusão periférica.
b) pressão periférica cerebral.

14. A PPC pode ser calculada pela fórmula:
a) PIC – PAM.
b) PAS – PIC.
c) PAM – PIC.
d) PIC – PAS.

15. As drogas classificadas como catecolaminas são:
a) adrenalina, dopamina, noradrenalina, nitroglicerina e nitroprussiato de sódio.
b) atropina, dobutamina, noradrenalina, nitroglicerina e nitroprussiato de sódio.
c) vasopressina, noradrenalina, nitroglicerina e nitroprussiato de sódio.
d) dobutamina, dopamina, noradrenalina, nitroglicerina e nitroprussiato de sódio.

16. Na terapia renal de reposição contínua, SCUF (Slow Continuous Ultrafiltration) significa:
a) hemofiltração venovenosa contínua.
b) ultrafiltração contínua lenta.
c) hemodiálise venovenosa contínua.
d) hemodiafiltração venovenosa contínua.

17. O citrato é um quelante de cálcio utilizado na terapia dialítica, que:
a) age na cascata de coagulação.
b) age no sistema renina-angiotensina.
c) age no sistema simpático.
d) é antagonista da heparina.

18. A oferta de oxigênio puro com FiO² a 100%, em um ambiente pressurizado de 2 a 3 atm, é promovido:
a) pelo princípio da termodiluição.
b) pela oxigenoterapia hiperbárica.
c) pela vasonstrição periférica.
d) nenhuma das anteriores.

19. A pressão intra-abdominal (PIA):
a) mensura a pressão das vísceras abdominais.
b) avalia o risco de desenvolvimento da hipertensão abdominal ou da síndrome compartimental.
c) afere da pressão dentro do estômago.
d) nenhuma das alternativas está correta.

20. São técnicas de aferição da PIA:

I . medição indireta intraperitoneal.
II . método intragástrico.
III . via retal.
IV . circunferência abdominal.

a) todas verdadeiras.
b) I e II verdadeiras.
c) I e III verdadeiras.
d) I, II e III são verdadeiras.

21. O balanço hídrico das 24 horas para reposição de 1.500 ml de soro glicosado, 1.000 ml de soro fisiológico e 500 ml de sangue total e eliminação de 1.200 ml de diurese, 300 ml de débito hemático por dreno pleural e vômito em grande quantidade é de:
a) - 900 ml.
b) + 900 ml.
c) - 1500 ml.
d) + 1500 ml.

22. Analise as alternativas a seguir a respeito dos tipos de choque:

I . A diminuição do volume intravascular devido à perda de líquidos pode levar a um choque hipovolêmico.
II . O choque cardiogênico poderá ser causado por disfunção cardíaca como IAM e processos infecciosos.
III . O choque séptico ocorre devido a um processo infeccioso causado por bactérias Gram-negativas. Um dos sintomas apresentado pelo paciente é a vasoconstrição cutânea.

a) I, II e III estão corretas.
b) II e III estão corretas.
c) I e III estão corretas.
d) apenas III está correta.

23. O valor da PAM para a pressão arterial de 120/80 mmHg é:
a) 100 mmHg.
b) 93 mmHg.
c) 106 mmHg.
d) 66 mmHg.

24. Na analgesia peridural, o cateter é introduzido no espaço:
a) entre dura-máter e ligamento amarelo.
b) da pia-máter.
c) aracnóide.
d) periósteo.

25. O reflexo de Babinski, considerado anormal nos adultos, está relacionado com:
a) lesão na dura-máter.
b) lesão do neurônio motor superior.
c) hematoma subdural.
d) coma.

26. A descorticação é caracterizada por:
a) extensão dos membros e pronação lateral dos punhos e das mãos.
b) flexão dos MMSS e extensão e rotação interna dos MMII.
c) bradicardia e bradipnéia.
d) nenhuma das alternativas está correta.

27. A tríade de Cushing consiste na presença de três sinais:
a) hipertensão, bradicardia e vômito em jato.
b) hipertensão, taquicardia e vômito em jato.
c) hipotensão, bradicardia e taquipnéia.
d) hipertensão, bradicardia e bradipnéia.

28. Descerebração é caracterizada por:
a) extensão dos membros e pronação lateral dos punhos e das mãos.
b) flexão dos MMSS e extensão e rotação interna dos MMII.
c) bradicardia e bradipnéia.
d) nenhuma das alternativas está correta.

29. Opistótono é um sinal de paciente com:
a) tétano.
b) aumento da PIC.
c) disfunção ventricular.
d) paralisia cerebral.

30. Opistótono é definido como:
a) extensão dos membros e pronação lateral dos punhos e das mãos.
b) flexão dos MMSS e extensão e rotação interna dos MMII.
c) extensão do corpo com pescoço e dorso arqueados.
d) rotação interna dos MMSS.

31. A plasmaférese é uma terapia indicada para pacientes que apresentam:
a) miastenia grave e síndrome de Guillain-Barré.
b) tétano.
c) aumento da PIC.
d) Parkinson.

32. Hipercapnia, hipoxemia e manobra de Valsalva são fatores que contribuem para:
a) aumento da PAM.
b) aumento da PIA.
c) aumento da PIC.
d) nenhuma das anteriores.

33. O nome dado a débito urinário inferior a 100 ml em 24 horas é chamado de________e 400 ml em 24 horas de____.
a) oligúria e poliúria.
b) anúria e oligúria.
c) disúria e oligúria.
d) oligoanúria e oligúria.

34. A dobutamina possui:
a) propriedade inotrópica positiva; aumento da contratilidade miocárdica.
b) indicação para melhorar a hipotensão arterial e o débito urinário.
c) receptores alfa e beta.
d) receptores que aumentam a vasoconstrição periférica.

35. Infusão excessiva de líquidos IV e resistência vascular alta:
a) não alteram o valor da PVC.
b) diminuem a PVC.
c) aumentam a PVC.
d) nenhuma das anteriores.

36. Hemorragias e vasodilatação:
a) não alteram o valor da PVC.
b) diminuem a PVC.
c) aumentam a PVC.
d) nenhuma das anteriores.

37. Quando o pH sanguíneo está acima de 7, 45, esse estado chama-se:
a) acidose.
b) alcalose.
c) ácido – alcalose.
d) básico – acidose.

38. O valor normal da PaCO² é:
a) acima 45.
b) abaixo 35.
c) 35 – 45.
d) 20 – 30.

39. Perda excessiva de volume está associada à:
a) acidose respiratória.
b) acidose metabólica.
c) alcalose respiratória.
d) alcalose metabólica.

40. O aumento da concentração de dióxido de carbono no sangue é chamado de:
a) hipercapnia.
b) hipocapnia.
c) hipoxemia.
d) hipóxia.

41. Um evento secundário à hiperventilação é:
a) hipercapnia.
b) hipocapnia.
c) hipoxemia.
d) hipóxia.

42. Hipoxemia pode ser definida como:
a) o aumento da concentração de dióxido de carbono no sangue.
b) a diminuição da concentração de dióxido de carbono no sangue.
c) redução da pressão de O² no sangue arterial.
d) deficiência de O² no nível celular.

43. Hipóxia pode ser definida como:
a) o aumento da concentração de dióxido de carbono no sangue.
b) a diminuição da concentração de dióxido de carbono no sangue.
c) redução da pressão de oxigênio no sangue arterial.
d) deficiência de oxigênio no nível celular.

44. Um paciente apresenta aumento da FR e dispnéia severa, agitação psicomotora, mudanças na ausculta pulmonar, percussão timpânica do tórax, aumento do esforço respiratório, desvio da traquéia e enfisema subcutâneo. Esse paciente pode estar apresentando:
a) barotrauma.
b) hipoglicemia.
c) alteração do nível de consciência.
d) choque distributivo.

45. São sinais e sintomas de uma extubação acidental:

I . vocalização, ativação do alarme do nível de baixa pressão.
II . diminuição do murmúrio vesicular e distensão gástrica.
III . sinais e sintomas de oxigenação inadequadas.

a) somente III é verdadeira.
b) I e II são verdadeiras.
c) II e III são verdadeiras.
d) todas as alternativas são verdadeiras.

46. São indicações da oxigenoterapia hiperbárica:

I . Diminuição de edema.
II . Diminuição de isquemias traumáticas causada por queimaduras.
III . Tratamento do choque séptico.

a) somente III é verdadeira.
b) I e II são verdadeiras.
c) I, II e III são verdadeiras.
d) somente I é verdadeira.

47. O diabetes tipo I é caracterizado por:
a) resistência à insulina.
b) início após 40 anos de idade.
c) insulinopenia.
d) níveis elevados de insulina circulante.

48. Na insuficiência renal, quais exames devem ter controle diário?
a) Uréia, creatinina e clearance de creatinina.
b) Uréia, urina I, proteinúria.
c) Uréia e creatinina.
d) Urina de 24 horas, creatinina urinária e potássio.

49. No paciente neurológico cirúrgico é usada hipotermia para:
a) diminuir risco de infecção.
b) diminuir a pressão intracraniana.
c) diminuir a pressão de perfusão cerebral.
d) evitar o risco de lesão neurológica grave.

50. O aspecto mais importante dos cuidados da enfermagem durante a fase diurética da insuficiência renal aguda é:
a) alívio dos sintomas de uremia.
b) dosagem seriada dos níveis de potássio.
c) monitoração da saturação venosa.
d) manutenção do equilíbrio hídrico.

51. Os sons respiratórios normais ouvidos sobre a periferia do pulmão são denominados:
a) sons brônquicos.
b) sons broncovesiculares.
c) murmúrios vesiculares.
d) estertores altos.

52. Os objetivos de uma via aérea artificial são:
a) estabelecer uma via aérea pérvia.
b) proporcionar assistência ventilatória contínua.
c) melhorar os parâmetros hemodinâmicos.
d) as alternativas a e b estão corretas.

53. As indicações de dreno torácico são:
a) hemotórax, pneumotórax, câncer.
b) derrame pleural, doença pulmonar, câncer.
c) quilotoráx, derrame pleural, hemotórax.
d) pneumotórax hipertensivo, hemotórax, asma.

54. A complicação mais comum do uso de NPT é:
a) hipomagnesimia.
b) hipoglicemia.
c) sepse.
d) hipovolemia.

55. Um dos cuidados que evita a broncoaspiração de alimentos e secreções é:
a) posição de Trendelemburg.
b) alimentação via parenteral.
c) verificação de resíduos e decúbito elevado acima de 30.
d) inserção de sonda de alimentação de grande calibre.

56. As prescrições para reduzir a incidência de infecções nosocomiais incluem todas as seguintes, EXCETO:
a) técnicas adequadas de lavagem das mãos.
b) cuidados adequados de dispositivos invasivos.
c) eliminação das vias aerógenas de transmissão.
d) cuidados adequados da pele e higiene respiratória.

57. O paciente em uso de parenteral deve ter controle de:
a) sinais vitais.
b) balanço hídrico.
c) hemograma.
d) glicemia capilar.

58. A sonda enteral tem como objetivo principal:
a) drenagem de resíduos.
b) lavagem gastrointestinal.
c) apenas para fazer medicação.
d) alimentar os pacientes que estão com ingestão diminuída ou sem condições do uso da cavidade oral.

59. São cuidados de enfermagem para pacientes que apresentam PIC elevada:

I. manter a cabeça do paciente em posição lateralizada.
II. avaliar hipóxia.
III. avaliar dor.

a) F; V; V.
b) F; F; F.
c) F; F; V.
d) V; F; V.

60. Dobutamina 250 mg/SG a 5%, 250 ml:
Peso = 50 kg
mcg/kg/min = 10

a) 10 ml/h.
b) 20 ml/h.
c) 30 ml/h.
d) 40 ml/h.


1 A - 2 A - 3 C - 4 C - 5 A - 6 D - 7 B - 8 A - 9 A - 10 B - 11 B - 12 A - 13 A - 14 C - 15 D - 16 B - 17 A - 18 B - 19 B - 20 D - 21 D - 22 A - 23 B - 24 A - 25 B - 26 B - 27 D - 28 A - 29 A - 30 C - 31 A - 32 C - 33 B - 34 A - 35 C - 36 B - 37 B - 38 C - 39 D - 40 A - 41 B - 42 C - 43 D - 44 A - 45 D - 46 B - 47 C - 48 C - 49 D - 50 D - 51 C - 52 D - 53 C - 54 C - 55 C - 56 C - 57 D - 58 D - 59 A - 60 C.
avatar
Agnes
Admin

Mensagens : 42
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2016
Localização : São Paulo

http://experienciasdeumtecnicodeenfermagem.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum